O AGOSTO QUE PASSOU DEPRESSA

Chegamos aos meses “bros”, o que significa que o ano está a alguns passos de seu fim. É até meio assustador pensar nisso! Pode parecer clichê, ou conversa de velho, mas a sensação é a de que o ano começou ontem. Quando estamos sempre correndo, cheios de coisas para fazer, o tempo passa mais rápido, a tal da relatividade.

Minhas aulas recomeçaram há pouco tempo, e mais uma rodada de provas está batendo à porta (isso sim é aterrorizante!). Olha, se você deseja fazer algo, se possui algum plano, trate de executá-lo logo, caso deseje fazê-lo ainda em 2017. Muita gente diz que agosto é o mês do “desgosto”, por ser um mês longo (31 dias), sem nenhum feriado, entretanto, mal o vi passar dessa vez. O frio chegou rápido e foi embora tão rápido quanto; o calor já veio com força por aqui. Estou com a leve impressão de que os dias não foram suficientes. Acredito que isso seja positivo, pois quer dizer que agosto foi produtivo.

Para ser sincero, foi sim um mês muito produtivo. Agosto foi o mês com o maior número de visualizações até o momento. Devo isso a você que acompanha o blog todos os dias, a cada post (sei que há pessoas que gravaram os dias e os horários das postagens; um abraço a você!). Outro fator importante para o bom número de visualizações foi a Editora Martin Claret, que compartilhou meu post sobre o livro ‘Diário do subsolo’ no Facebook — livro editado pela mesma. Fiquei muito feliz com esse reconhecimento! 😊

A frequência de postagens se manteve. Foram diversos poemas e artigos em agosto. E claro, as leituras também estiveram presentes. Consegui ler quatro livros, quase todos clássicos da literatura. Um bom mês para as leituras.

Como faço em todo início de mês, apresento aqui o ranking das leituras. E aí, curioso para saber quem foi o campeão do mês? Continuar lendo “O AGOSTO QUE PASSOU DEPRESSA”

Anúncios
O AGOSTO QUE PASSOU DEPRESSA

RANKING DE JULHO

Pelo post estar um pouco atrasado, acho que já se pode imaginar certas coisas. O mês de julho terminou muito corrido e agosto começou mais corrido ainda! Isso se deve ao fato de minhas aulas terem reiniciado; adeus férias . 😭

Não consegui escrever este post para o primeiro dia desse longo mês de agosto. Bem, antes tarde do que nunca. Cá estou tentando resumir como foram os últimos 31 dias.

Foi possível descansar bastante. Apesar de eu ter um emprego e não estar de férias do mesmo, as férias da faculdade já ajudaram. Estudar cansa mais a mente do que o corpo, tanto pelo conteúdo a ser lido, quanto pela preocupação com prazos e desempenho. O desgaste mental é pior do que o físico, porque uma mente cansada significa um corpo cansado, por consequência. Acredito estar voltando renovado às aulas (é o que veremos). Preparei meu psicológico para aguentar mais dois bimestres de muito trabalho.

Mesmo descansando, não me desprendi do blog, pois é algo pelo qual peguei gosto. Gosto de fazer minhas postagens e ver o desempenho, que se manteve bom. Espero sempre estar melhorando a qualidade dos meus textos, sempre procurando evoluir. As leituras também continuaram no mesmo ritmo, e como está se tornando um costume, trago o ranking dos livros que li. É uma boa hora para obter algumas dicas de leitura. Quem sabe os títulos apresentados aqui não despertam em você uma curiosidade, daquelas que chegam a coçar. Continuar lendo “RANKING DE JULHO”

RANKING DE JULHO

RANKING DE JUNHO

E mais um mês chega ao fim e outro se inicia. O mês de julho foi aguardado com muita ansiedade, ao menos para mim, pois isso significa férias para quem faz faculdade, algum curso, ou está na escola.

Junho foi um mês muito corrido: provas na faculdade, estágio, trabalhos do estágio para serem entregues, pesquisas — no fim, tudo deu certo. Mas, após a tempestade, segue-se a bonança, e assim espero que seja julho, um pouco mais tranquilo. O que mais quero nesse mês é esquecer o significado da palavra fichamento (que me atormentou durante o primeiro semestre).

Apesar de ter muita coisa para fazer e estudar, consegui focar aqui no blog e fazer três posts por semana, que é a meta que tento atingir. Além disso, as leituras não ficaram atrasadas, foi possível ler bastante e escrever as resenhas desses livros. Foram quatro livros lidos, com os quais farei um ranking. E aí, quem será que foi o campeão do mês de junho? Confira! Continuar lendo “RANKING DE JUNHO”

RANKING DE JUNHO

OS MELHORES DE MAIO

Mais um mês se iniciou para nós, seres cronológicos, termos mais alguns dias para contabilizar semanas, meses e anos; uma rotina que nos move, querendo ou não. Junho começou bem por aqui, fazendo um pouquinho de frio, um clima muito gostoso, ainda mais com as festas juninas se aproximando, não se poderia querer nada melhor. Porém, o assunto do post é outro: é o mês de maio!

Como maio foi, na sua opinião, caro leitor? Espero que tenha sido excelente, porque assim o foi para mim. Apesar da correria com meu trabalho e com a faculdade, que está me levando ao limite da pontualidade, considero que foram ótimos trinta e um dias. Posso levantar vários pontos para sustentar minha afirmação: consegui ser pontual com os trabalhos da faculdade e com o estágio, tudo vai bem em meu emprego, o blog nunca teve tantos visitantes quanto agora, nada de ruim me aconteceu. Uma eventualidade ou outra sempre aparece, mas temos que focar nas coisas boas, as ruins estão aí para serem superadas, são partes intrínsecas da vida, afinal.

Um outro ponto positivo do mês do trabalhador foi o de que fora produtivo para a leitura e para a produção aqui do blog. Consegui fazer três posts semanais, o que foi muito desafiador e gratificante. E como falo muito de literatura por aqui, dou início à uma nova sessão de posts: todo começo de mês irei fazer um ranking das melhores leituras do mês anterior! Temos quatro concorrentes esse mês: ‘As aventuras de Huckleberry Finn’, de Mark Twain; ‘As travessuras da menina má’, de Mário Vargas Llosa; ‘Caixa de pássaros’, de Josh Malerman; e ‘Nós’, de Ievguêni Zamiátin. Dessa forma, lhe apresento as melhores leituras de maio! Continuar lendo “OS MELHORES DE MAIO”

OS MELHORES DE MAIO