Citações 8

Uma citação do livro ‘O tempo desconjuntado’, de Philip K. Dick (presente neste post), resume bem meu pensamento: mesmo que um livro seja ruim, sempre há algo de aproveitável. Se o livro consegue induzir o leitor a pensar, então não se trata de algo tão ruim assim.

As leituras de junho apresentaram passagens interessantes, boas citações, algumas bem filosóficas. Se você ainda não conhece esses livros, aproveite para ter um gostinho deles, talvez surja a vontade de passar a conhecê-los melhor.

Clique nas imagens para ampliá-las. Divirta-se! Continuar lendo “Citações 8”

Anúncios
Citações 8

Junho: muitos gols e muita literatura

Muitos aguardavam o mês de junho por causa da Copa do Mundo, eu queria que esse mês chegasse logo ao fim para ter férias da faculdade. Para quem desejava assistir aos jogos, a Copa até que está apresentando algumas partidas interessantes, principalmente agora, no mata-mata. Será que dessa vez o Brasil vai longe? Acho bem difícil, pela forma que o time vem jogando.

Aqueles que aguardavam as férias, finalmente poderão descansar, ter tempo para fazer o que bem entender. Junho é sempre um mês muito puxado para quem estuda, com as provas, trabalhos, estágio, etc. Esse é o momento de recuperar o fôlego, e deve ser bem aproveitado, afinal, um mês passa muito rápido.

Apesar de toda a correria desse mês (que marcou o início do inverno, mas sem o frio), foi possível continuar com as leituras e com as postagens em dia. Postei alguns textos sobre Psicologia, aproveitando tudo aquilo que venho estudando no estágio; vale a pena apresentar as diversas aplicações da Psicologia, os inúmeros campos de atuação. O conhecimento compartilhado é sempre muito mais valioso.

Como de costume, apresento o ranking mensal das leituras. Quem será o primeiro colocado dessa vez? Continuar lendo “Junho: muitos gols e muita literatura”

Junho: muitos gols e muita literatura

Poema: Meaningless

Muitas palavras são utilizadas fora de contexto, ou de maneira errada mesmo, seja por um erro honesto, seja por canalhice (há quem o faça), ou por falta de conhecimento. E por incrível que parece, é no contexto político que as palavras mais são usadas de forma incorreta, pode reparar. Há mantras, que, por tanto serem repetidos, já não querem dizer mais nada, tornam-se um grande eco.

Preste atenção e você verá que o que estou dizendo é verdade. Não sei ao certo, mas, talvez, esse poema seja uma crítica a tudo isso, ou foi inspirado por tudo isso. Parece que cada um quer dar o seu próprio sentido às palavras, o que acaba gerando um gigante monte de nada, inúmeros caminhos tortuosos. Escolhi esse título porque ele resume bem o que quero dizer. Continuar lendo “Poema: Meaningless”

Poema: Meaningless

Aplicação da Terapia Cognitiva em contexto hospitalar

Aron T. Beck desenvolveu a Terapia Cognitiva (TC) no início da década de 1960, como uma psicoterapia breve, estruturada, orientada ao presente, direcionada a resolver problemas atuais e modificar os pensamentos e comportamentos disfuncionais. O modelo cognitivo supõe que emoções e comportamentos são influenciados pela percepção do sujeito sobre os eventos.

A mudança cognitiva dos pensamentos e crenças dos clientes, visando uma mudança emocional e comportamental, é o objetivo do terapeuta cognitivo. A TC segue os seguintes princípios básicos: estabelecer uma aliança terapêutica; identificar o pensamento atual que mantém os sentimentos negativos e comportamentos disfuncionais; ênfase na participação ativa e colaboração do cliente; criação de metas e foco em problemas, enumerados em conjunto com o cliente; foco no aqui-agora; prevenção de recaídas; duração limitada, com sessões estruturadas. Continuar lendo “Aplicação da Terapia Cognitiva em contexto hospitalar”

Aplicação da Terapia Cognitiva em contexto hospitalar

Citações 7

Mais um mês repleto de leituras chegou ao fim. Agora que outro se inicia, é hora de compartilhar as experiências proporcionadas pelos livros que foram lidos; experiências bem variadas, por sinal, muitos mundos bem distintos.

Como é de costume, a maneira de compartilhar um pouco de cada livro desse tipo de post é por meio de citações. Uma pequena amostra do que uma obra tem a oferecer pode capturar a atenção de um possível leitor, e é isso que eu espero que aconteça aqui.

Se você não faz ideia do que ler, tire uns minutinhos do seu dia para observar as imagens a seguir, aprecie um pouco do que cada autor criou, daquilo que o aguarda em cada livro. Continuar lendo “Citações 7”

Citações 7

O manejo de uma terapia analítico-comportamental

Colombinin e Perguer, em um artigo, descrevem doze sessões de terapia analítico-comportamental com uma cliente, em uma clínica-escola. Descrevem a cliente como uma mulher de 54 anos, camareira, solteira, branca, católica e com nível de escolaridade Ensino Médio. Uma análise baseada em teóricos da área foi feita a partir da descrição de cada sessão.

Para começar

Na primeira sessão, a cliente fez relatos de sua vida de maneira genérica, utilizando muito a conjunção “mas”. Os autores sugerem que na primeira sessão o terapeuta forneça uma compreensão sobre o problema apresentado e que o terapeuta fale menos que o cliente. Indicam, também, que quaisquer relatos sejam reforçados com atenção social, o que estimula positivamente o comportamento de ir à terapia. Além disso, o terapeuta deve se portar como uma audiência não-punitiva, ouvir o cliente sem criticá-lo ou julgá-lo, afim de estabelecer confiança. Continuar lendo “O manejo de uma terapia analítico-comportamental”

O manejo de uma terapia analítico-comportamental

Poema: Breve

Já parou para pensar em como o tempo é breve? A vida é um espaço de tempo, curto, longo; cada indivíduo a percebe de maneira diferente. Há quem vive anos em apenas um mês, assim como existem aqueles que vivem apenas alguns dias em décadas.

Nossa pulsão de vida fala mais alto; por mais que o tempo seja breve, não queremos largá-lo. Aceitar que tudo chega a um fim é uma grande virtude. Por isso devemos fazer valer a pena todo o mínimo com que somos agraciados.

Eis, então, um poema que tenta exprimir a brevidade do tempo, de forma breve, assim como seu título indica, afinal o muito, às vezes, pode significar pouco, e vice-versa. Continuar lendo “Poema: Breve”

Poema: Breve

A depressão na Terapia cognitivo-comportamental

Aaron Beck e Albert Ellis concluíram que a depressão é o resultado de hábitos de pensamentos arraigados. O humor e comportamentos negativos seriam resultados de pensamentos e crenças distorcidas, diferente do modelo do inconsciente freudiano. Clientes depressivos agem como se as coisas estivessem piores do que realmente estão. A terapia cognitiva, ou a terapia cognitivo-comportamental (TCC), é a forma mais pesquisada no tratamento de qualquer tipo de transtorno psicológico.

Beck criou o modelo cognitivo da depressão pressupondo dois elementos básicos: a tríade cognitiva e as distorções cognitivas. A tríade cognitiva é a visão negativa de si mesmo, onde a pessoa se enxerga como inadequada ou inapta. As distorções cognitivas são questões centrais na depressão. Indivíduos depressivos possuem a tendência de estruturar suas experiências de maneira absoluta e inflexível, acarretando em erros de interpretação quanto ao desempenho pessoal e do julgamento das situações externas. Decorrem de padrões estáveis adquiridos ao longo da vida e são sensíveis à ativação de fontes primárias, como o estresse. Continuar lendo “A depressão na Terapia cognitivo-comportamental”

A depressão na Terapia cognitivo-comportamental

Poema: O estande

Quem nunca errou, que atire o primeiro ‘não gostei’ nesse post!

Errar é comum, ao longo da vida erraremos incontáveis vezes. Mas, nós humanos, temos a capacidade de raciocinar e também temos concepções sobre aquilo que é certo e errado. Eis nossa perdição.

Acho difícil não existir alguém que nunca se sentiu culpado após cometer um deslize, após dizer o que não deveria, ou após magoar alguém. Isso faz parte de nós, afinal, ninguém quer ser mau.

Alguns desses erros são cometidos de forma inconsciente, mas, a maioria, é exercida com uma noção do que está sendo feito. Podemos fazer escolhas, das quais diversas consequências refletirão, podem ser boas, ou ruins; certas ou erradas.

Esse é um poema reflexivo, sobre esse tema. Continuar lendo “Poema: O estande”

Poema: O estande

TCC: Terapia Cognitivo-comportamental

A Terapia Cognitiva utiliza um conceito “biopsicossocial”, focalizando o trabalho sobre os fatores cognitivos da psicopatologia. Para a Terapia Cognitiva (TC), os indivíduos atribuem significados a certos aspectos de sua vida, por isso se comportam de determinada maneira e criam diferentes hipóteses sobre sua vida e sua própria identidade. O objetivo dessa Terapia seria a descrição da natureza de conceitos envolvidos na psicopatologia e fornecer estratégias capazes de corrigir esses conceitos.

Ocorre, na Terapia Cognitiva, um processo semelhante a testagem empírica; que ocorre a partir da aplicação de técnicas e conceitos desenvolvidos em sua base teórica, por isso é necessário que o terapeuta possua uma boa base teórica. Continuar lendo “TCC: Terapia Cognitivo-comportamental”

TCC: Terapia Cognitivo-comportamental