A teoria das inteligências múltiplas de Howard Gardner

O que é inteligência? Tente definir esse conceito! Fazer isso não é fácil, e muitos já tentaram buscar uma definição. Para o senso comum, há um conceito de inteligência, alimentado pelo nosso sistema escolar. Um aluno inteligente é aquele quietinho, que faz tudo o que o professor pede e só tira nota dez.

Bem, acontece que a inteligência não é definida apenas por isso. Howard Gardner, um psicólogo estadunidense, desenvolveu uma teoria conhecida como teoria das inteligências múltiplas (IM). Essa teoria veio de encontro com a ideia de que a inteligência seria definida apenas pelas habilidades lógico-matemáticas, mensuradas pelos testes de QI.

A pessoa inteligente era aquela que conseguia utilizar suas habilidades em qualquer situação de resolução de problemas. Gardner notou que existem muitas outras habilidades além da lógico-matemática. Ele separou as inteligências em sete grupos,       contemplando grandes áreas do conhecimento humano. Toda pessoa possui cada uma dessas inteligências em algum grau, umas mais desenvolvidas, outras nem tanto. O legal dessa teoria é que é possível trabalhar e aperfeiçoar cada uma dessas inteligências, dentro das capacidades individuais e biológicas. Continuar lendo “A teoria das inteligências múltiplas de Howard Gardner”

Anúncios
A teoria das inteligências múltiplas de Howard Gardner

EDUCAÇÃO INCLUSIVA: O QUE É?

Estudiosos concordam que inclusão não se refere apenas às crianças com deficiência, mas também a todos que sofrem qualquer forma de exclusão educacional (FERREIRA, 2005). A Educação Inclusiva vem crescendo no mundo todo, propondo que toda criança tem direito à uma educação de qualidade, para isso as escolas devem se adaptar. Esse movimento cresceu muito após a Declaração Mundial de Educação para Todos e Diretrizes de Ação para o Encontro das Necessidades Básicas de Aprendizagem, em 1990.

O principal objetivo do movimento pelas escolas inclusivas é o de rompimento com práticas pedagógicas autoritárias e alienantes (FERREIRA, 2005). A maioria dos professores não dão espaço aos alunos, com práticas que não promovem autonomia, mas sim práticas de controle. Continuar lendo “EDUCAÇÃO INCLUSIVA: O QUE É?”

EDUCAÇÃO INCLUSIVA: O QUE É?