Terapia infantil: utilizando o Treino de Pais

Para a Análise do Comportamento, os comportamentos dos indivíduos estão sob controle de variáveis ambientais. Os comportamentos seriam determinados pelas consequências em determinados contextos, sendo possível explicá-los a partir de suas relações funcionais com variáveis históricas e atuais, que compõem as contingências. Contingências são relações de dependência entre variáveis ambientais e organismo; sendo a mais simples a contingência operante e a contingência tríplice, que inclui os antecedentes, a classe de respostas e as consequências de um comportamento.

Técnicas da Análise do Comportamento

Na clínica, a Análise de Comportamento (AC) investiga as relações funcionais, buscando alívio para o sofrimento e resolvendo as queixas. Através dela é possível localizar as variáveis que favoreceram o desenvolvimento e a manutenção do comportamento. Pode-se trabalhar, na AC, a terapia com adultos, adolescentes e crianças; com crianças há algumas particularidades. Implementar novas habilidades no repertório comportamental, proporcionar uma melhor adaptação social e o autoconhecimento são uns dos objetivos do trabalho com a criança. Autoconhecimento é a possibilidade de o indivíduo descrever contingências onde seus comportamentos se inserem. Continuar lendo “Terapia infantil: utilizando o Treino de Pais”

Anúncios
Terapia infantil: utilizando o Treino de Pais

Treinamento de Pais e Habilidades Sociais Educativas

O temperamento impulsivo, desafiador e intolerante a frustrações, associado a déficits cognitivos e inabilidade no manejo social podem constituir um quadro de características de comportamentos inadequados, caso a criança obtenha ganhos com a não realização de tarefas, acesso a privilégios e atenção. Famílias disfuncionais são chamadas de negligentes, com pouca ou nenhuma autoridade ou envolvimento com a criança.

O modelo eficiente, ou democrático-recíproco, onde a disciplina é construída a partir de uma base de confiança mútua, onde os pais adotam um estilo mais contratual com a criança, sob a forma de combinados, é o que mostra mais resultados positivos.

Programas direcionados aos pais foram criados em muitos países. São programas que os ensinam a ser “terapeutas comportamentais” de si e dos próprios filhos. Qualquer modificação efetiva e duradoura dos comportamentos da criança pressupõe uma mudança prévia na forma com que os cuidadores lidam com ela. Continuar lendo “Treinamento de Pais e Habilidades Sociais Educativas”

Treinamento de Pais e Habilidades Sociais Educativas

O PAI PROVEDOR

Um homem passa por diversas etapas durante sua vida, umas mais fáceis, outras que se mostram um imenso desafio. Podemos situar a etapa de ser pai entre as mais desafiadoras. Há aqueles que escolhem inserir essa etapa em suas  vidas, assim como existem os que encaram essa tarefa meio que por acidente, meio sem querer.

Ser pai não é algo simples e nem todos conseguem desenvolver esse papel de maneira positiva. Como é possível observar, em cada função, ou em cada papel, há quem se destaca, e há quem falha, quem encontra dificuldades.

Refletindo acerca desse pensamento, podemos conceituar pais dos mais diversos tipos. Nesse post, pretendo analisar apenas dois desses tipos: o pai provedor, e o pai ideal. Todo homem é igual e diferente ao mesmo tempo. Mesmo que cresçam em ambientes completamente distintos, certas circunstâncias estarão presentes na vida de todos em determinado momento. Esses conceitos que estou criando, serão explicados no decorrer do texto, com uma análise sobre o que é ser homem e como isso implica em ser pai. Continuar lendo “O PAI PROVEDOR”

O PAI PROVEDOR

MINHAS LEITURAS #29: CORALINE – NEIL GAIMAN

Título: Coraline
Autor: Neil Gaiman
Editora: Rocco
Ano: 2003
Páginas: 160
Tradução: Regina De Barros Carvalho
Encontre este livro (com desconto) na Amazon: https://amzn.to/2KAIqOL

“— Eu não quero tudo o que eu quiser. Ninguém quer. Não realmente. Que graça teria ter tudo o que se deseja? Em um piscar de olhos e sem o menor sentido. E daí?” (GAIMAN, Neil. Coraline. Rocco, 2003, p. 116)

Existem autores que nos surpreendem a cada livro. Até agora, só tive boas surpresas com Neil Gaiman. Ele já é um autor conhecido e está em alta, mais do que nunca, pois seu livro de maior sucesso — ‘Deuses americanos’ — foi adaptado em uma série.

Gaiman decidiu escrever uma história infantil, o que resultou em ‘Coraline’. Este é um livro de fantasia sombria, um pouco mais leve, pelo público ao qual é destinado. Entretanto, não é um livro tão infantil assim. Há muita coisa no livro que apenas um adulto poderá compreender. Veja um pouco mais sobre essa mudança de rumo que o autor tomou, resultando em um ótimo livro. Continuar lendo “MINHAS LEITURAS #29: CORALINE – NEIL GAIMAN”

MINHAS LEITURAS #29: CORALINE – NEIL GAIMAN