Outubro corrido

Chegamos ao penúltimo mês do ano, por incrível que pareça, já estamos em novembro! No início de 2017, achava que não seria tão rápido, porém, sempre que nos aproximamos do fim, temos esse tipo de percepção, de que o tempo passou depressa. Entretanto, não acho que outubro passou tão rápido assim, nessa loucura que são as percepções, na minha, foi um tempo proporcional, nem rápido, nem devagar.

Posso dizer que foi um mês corrido, com muitos prazos e muitos trabalhos; todos sanados e cumpridos, para o bem do meu sossego. Escrevi dois trabalhos acadêmicos para serem apresentados em eventos, um na faculdade onde estudo, outro para ser apresentado em uma universidade de uma cidade próxima. Este último foi uma experiência boa e construtiva, eu não havia participado de um evento semelhante até então. A apresentação onde estudo será na próxima semana, a ansiedade bate, mas o trabalho já está feito, corrigido e entregue. No fim de tudo, é um sentimento muito bom o que fica, um misto de orgulho, dever cumprido e alegria. Continuar lendo “Outubro corrido”

Anúncios
Outubro corrido

Minhas Leituras #38: A hora do lobisomem – Stephen King

Título: A hora do lobisomem
Autor: Stephen King
Editora: Suma de Letras
Ano: 2017
Páginas: 152
Tradução: Regiane Winarski
Veja o livro no site da editora: https://www.companhiadasletras.com.br/detalhe.php?codigo=28000431

“Cuidado com a Besta, pois ela pode sorrir e dizer que é sua vizinha, mas, ah irmãos, os dentes são afiados, e é possível perceber a inquietação no movimento dos olhos dela. Ela é a Besta e está aqui, agora, em Tarker’s Mills” (KING, Stephen. A hora do lobisomem. Suma de Letras, 2017, p. 48)

Ao longo de sua carreira, Stephen King já escreveu sobre quase todo tipo de monstro. Como o título indica, no presente livro ele vai nos contar uma história de lobisomem, uma criatura muito explorada na literatura e, principalmente, no cinema. A hora dele é aqui, e é agora! Preparado para enfrentar essa Besta devoradora de carne humana? Continuar lendo “Minhas Leituras #38: A hora do lobisomem – Stephen King”

Minhas Leituras #38: A hora do lobisomem – Stephen King

MINHAS LEITURAS #21: ROSTO DE CAVEIRA, OS FILHOS DA NOITE E OUTROS CONTOS – ROBERT E. HOWARD

Título: Rosto de caveira, os filhos da noite e outros contos
Autor: Robert E. Howard
Editora: Martin Claret
Ano: 2013
Páginas: 306
Tradução: Bárbara Guimarães
Veja o livro no site da editora: http://www.martinclaret.com.br/index.php/rosto-de-caveira-os-filhos-da-noite-e-outros-contos/

Eu passei a acreditar que a humanidade flutua sobre as margens de oceanos secretos dos quais não tem nenhum conhecimento. HOWARD, Robert E. Rosto de caveira, os filhos da noite e outros contos. Martin Claret, 2013. In: Na floresta de Villefore, p. 176-177.

A polêmica editora Martin Claret, após sofrer acusações e processos por conta de plágio em suas traduções, o que ocasionou no fracasso da venda de partes de suas ações à Objetiva, em 2007, resolveu se redimir e investir em obras clássicas, de domínio público, com traduções próprias. Pode-se notar, hoje, uma grande quantidade de livros da editora nas lojas, tanto físicas quanto virtuais, em edições caprichadas e com preços acessíveis. Buscando a atenção do público mais jovem, trouxe ao Brasil uma coletânea com algumas histórias de Robert E. Howard, um dos maiores escritores de fantasia e terror dos EUA, que fez grande sucesso nas décadas de 1920 e 1930. Continuar lendo “MINHAS LEITURAS #21: ROSTO DE CAVEIRA, OS FILHOS DA NOITE E OUTROS CONTOS – ROBERT E. HOWARD”

MINHAS LEITURAS #21: ROSTO DE CAVEIRA, OS FILHOS DA NOITE E OUTROS CONTOS – ROBERT E. HOWARD