Os diferentes formatos de livros

Quando entramos numa livraria, ou acessamos o site de uma livraria virtual, nos deparamos com um universo mágico, livros de diversos formatos e tamanhos.

Publicar um livro em tal formato é uma decisão editorial, que passa por uma avaliação rigorosa, afinal a empresa não quer publicar um livro com alto custo de produção para que esse produto seja um fracasso de vendas. Cada formato de livro tem a ver com custos, tanto de produção, quanto de varejo.

Neste post, vou apresentar os formatos mais comuns encontrados por aí. Qualidade e preço caminham lado a lado, mais qualidade quer dizer preço maior. Continue lendo e descubra os diferentes formatos de livros que você pode encontrar em uma livraria. Continuar lendo “Os diferentes formatos de livros”

Anúncios
Os diferentes formatos de livros

Minhas Leituras #77: A morte de Ivan Ilitch e outras histórias – Leon Tolstói

“A filosofia de um mestre russo”

Título: A morte de Ivan Ilitch e outras histórias
Autor: Leon Tolstói
Editora: Martin Claret
Ano: 2018
Páginas: 288
Tradução: Oleg Almeida
Encontre este livro na Amazon: https://amzn.to/2uB3gHE

“[…] o casamento sem amor não é um casamento de verdade, é que apenas o amor consagra o casamento e que o verdadeiro casamento é só aquele consagrado pelo amor.” (TOLSTÓI, Leon. Sonata a Kreutzer. In: A morte de Ivan Ilitch e outras histórias. Martin Claret, 2018, p. 111)

Continuando com as publicações de grandes clássicos da literatura russa, a editora Martin Claret apresenta uma edição que contém três grandes obras de Tolstói, um dos principais nomes da literatura mundial. Continuar lendo “Minhas Leituras #77: A morte de Ivan Ilitch e outras histórias – Leon Tolstói”

Minhas Leituras #77: A morte de Ivan Ilitch e outras histórias – Leon Tolstói

Minhas Leituras #76: A máquina do tempo – H. G. Wells

“Um clássico em edição repaginada”

Título: A máquina do tempo
Autor: H. G. Wells
Editora: Suma
Ano: 2018
Páginas: 176
Tradução: Braulio Tavares
Encontre este livro na Amazon: https://amzn.to/2KDActG

“Não existe inteligência onde não existe mudança ou a necessidade de mudança.” (WELLS, H. G. A máquina do tempo. Suma, 2018, p. 128)

Em seu primeiro romance publicado, H. G. Wells já demonstrou o motivo de ter se tornado um autor clássico da ficção científica, apresentando um livro criativo, mas com sinais da pouca experiência de um iniciante. Continuar lendo “Minhas Leituras #76: A máquina do tempo – H. G. Wells”

Minhas Leituras #76: A máquina do tempo – H. G. Wells

Citações 8

Uma citação do livro ‘O tempo desconjuntado’, de Philip K. Dick (presente neste post), resume bem meu pensamento: mesmo que um livro seja ruim, sempre há algo de aproveitável. Se o livro consegue induzir o leitor a pensar, então não se trata de algo tão ruim assim.

As leituras de junho apresentaram passagens interessantes, boas citações, algumas bem filosóficas. Se você ainda não conhece esses livros, aproveite para ter um gostinho deles, talvez surja a vontade de passar a conhecê-los melhor.

Clique nas imagens para ampliá-las. Divirta-se! Continuar lendo “Citações 8”

Citações 8

Junho: muitos gols e muita literatura

Muitos aguardavam o mês de junho por causa da Copa do Mundo, eu queria que esse mês chegasse logo ao fim para ter férias da faculdade. Para quem desejava assistir aos jogos, a Copa até que está apresentando algumas partidas interessantes, principalmente agora, no mata-mata. Será que dessa vez o Brasil vai longe? Acho bem difícil, pela forma que o time vem jogando.

Aqueles que aguardavam as férias, finalmente poderão descansar, ter tempo para fazer o que bem entender. Junho é sempre um mês muito puxado para quem estuda, com as provas, trabalhos, estágio, etc. Esse é o momento de recuperar o fôlego, e deve ser bem aproveitado, afinal, um mês passa muito rápido.

Apesar de toda a correria desse mês (que marcou o início do inverno, mas sem o frio), foi possível continuar com as leituras e com as postagens em dia. Postei alguns textos sobre Psicologia, aproveitando tudo aquilo que venho estudando no estágio; vale a pena apresentar as diversas aplicações da Psicologia, os inúmeros campos de atuação. O conhecimento compartilhado é sempre muito mais valioso.

Como de costume, apresento o ranking mensal das leituras. Quem será o primeiro colocado dessa vez? Continuar lendo “Junho: muitos gols e muita literatura”

Junho: muitos gols e muita literatura

Minhas Leituras #75: Cartas na rua – Charles Bukowski

“O primeiro romance do velho safado”

Título: Cartas na rua
Autor: Charles Bukowski
Editora: L&PM Pocket
Ano: 2011
Páginas: 192
Tradução: Pedro Gonzaga
Encontre este livro na Amazon: https://amzn.to/2tCL7IN

“E embaixo disso tudo, os peixes, os pobres peixes lutando uns contra os outros, comendo uns aos outros. Nós somos como esses peixes, com a diferença de que estamos aqui em cima.” (BUKOWSKI, Charles. Cartas na rua. L&PM Pocket, 2011, p. 135)

Logo em seu primeiro romance, com uma escrita praticamente autobiográfica, Charles Bujowski apresenta seu estilo marcante, copiado por muitos, porém jamais reproduzido com a mesma originalidade. Continuar lendo “Minhas Leituras #75: Cartas na rua – Charles Bukowski”

Minhas Leituras #75: Cartas na rua – Charles Bukowski

Minhas Leituras #74: A imaginação educada – Northrop Frye

“Poderia a literatura existir sem a imaginação?”

Título: A imaginação educada
Autor: Northrop Frye
Editora: Vide Editorial
Ano: 2017
Páginas: 136
Tradução: Adriel Teixeira; Bruno Geraidine; Cristiano Gomes
Encontre este livro na Amazon: https://amzn.to/2JYfQu0

“Liberdade nada tem a ver com falta de exercício: ela é produto de exercício. Não se é livre para ir e vir a menos que se tenha aprendido a andar, e não se é livre para tocar piano a menos que se pratique.” (FRYE, Northrop. A imaginação educada. Vide Editorial, 2017, p. 128)

Estudar um idioma sem estudar, em conjunto, a literatura criada a partir do mesmo, é um ato incompleto. E falar em literatura sem falar em imaginação, é algo praticamente impossível. É o que Northrop Frye defende neste livro: a literatura é fruto de uma imaginação educada. Continuar lendo “Minhas Leituras #74: A imaginação educada – Northrop Frye”

Minhas Leituras #74: A imaginação educada – Northrop Frye

Minhas Leituras #73: O tempo desconjuntado – Philip K. Dick

“Você já desconfiou da própria realidade?”

Título: O tempo desconjuntado
Autor: Philip K. Dick
Editora: Suma
Ano: 2018
Páginas: 272
Tradução: Braulio Tavares
Encontre este livro na Amazon: https://amzn.to/2xYIUga

“De qualquer modo, por piores que sejam alguns livros, não são tão ruins quanto aqueles filmes de sexo para adolescentes, sobre corridas de carros, filmes do tipo James Dean e tudo o mais.” (DICK, Philip K. O tempo desconjuntado. Suma, 2018, p. 11)

Publicado pela primeira vez no Brasil, ‘O tempo desconjuntado’ explora os limites da realidade, fazendo o leitor se questionar sobre a concretude de sua percepção acerca do mundo que o cerca. Continuar lendo “Minhas Leituras #73: O tempo desconjuntado – Philip K. Dick”

Minhas Leituras #73: O tempo desconjuntado – Philip K. Dick

Minhas Leituras #72: Lolita – Vladimir Nabokov

“Perversão, amor e polêmica”

Título: Lolita
Autor: Vladimir Nabokov
Editora: Alfaguara
Ano: 2011
Páginas: 392
Tradução: Sergio Flaksman
Encontre este livro na Amazon: https://amzn.to/2LCQoaG

“Lolita, luz da minha vida, fogo da minha carne. Minha, alma, meu pecado” (NABOKOV, Vladimir. Lolita. Alfaguara, 2011, p. 13)

Publicado pela primeira vez em 1955, ‘Lolita’ causou polêmica antes mesmo de sua publicação, por narrar a paixão doentia de um homem adulto por uma menina pré-adolescente — o que gerou grande receio em diversos editores. Continuar lendo “Minhas Leituras #72: Lolita – Vladimir Nabokov”

Minhas Leituras #72: Lolita – Vladimir Nabokov

Citações 7

Mais um mês repleto de leituras chegou ao fim. Agora que outro se inicia, é hora de compartilhar as experiências proporcionadas pelos livros que foram lidos; experiências bem variadas, por sinal, muitos mundos bem distintos.

Como é de costume, a maneira de compartilhar um pouco de cada livro desse tipo de post é por meio de citações. Uma pequena amostra do que uma obra tem a oferecer pode capturar a atenção de um possível leitor, e é isso que eu espero que aconteça aqui.

Se você não faz ideia do que ler, tire uns minutinhos do seu dia para observar as imagens a seguir, aprecie um pouco do que cada autor criou, daquilo que o aguarda em cada livro. Continuar lendo “Citações 7”

Citações 7