O AGOSTO QUE PASSOU DEPRESSA

Chegamos aos meses “bros”, o que significa que o ano está a alguns passos de seu fim. É até meio assustador pensar nisso! Pode parecer clichê, ou conversa de velho, mas a sensação é a de que o ano começou ontem. Quando estamos sempre correndo, cheios de coisas para fazer, o tempo passa mais rápido, a tal da relatividade.

Minhas aulas recomeçaram há pouco tempo, e mais uma rodada de provas está batendo à porta (isso sim é aterrorizante!). Olha, se você deseja fazer algo, se possui algum plano, trate de executá-lo logo, caso deseje fazê-lo ainda em 2017. Muita gente diz que agosto é o mês do “desgosto”, por ser um mês longo (31 dias), sem nenhum feriado, entretanto, mal o vi passar dessa vez. O frio chegou rápido e foi embora tão rápido quanto; o calor já veio com força por aqui. Estou com a leve impressão de que os dias não foram suficientes. Acredito que isso seja positivo, pois quer dizer que agosto foi produtivo.

Para ser sincero, foi sim um mês muito produtivo. Agosto foi o mês com o maior número de visualizações até o momento. Devo isso a você que acompanha o blog todos os dias, a cada post (sei que há pessoas que gravaram os dias e os horários das postagens; um abraço a você!). Outro fator importante para o bom número de visualizações foi a Editora Martin Claret, que compartilhou meu post sobre o livro ‘Diário do subsolo’ no Facebook — livro editado pela mesma. Fiquei muito feliz com esse reconhecimento! 😊

A frequência de postagens se manteve. Foram diversos poemas e artigos em agosto. E claro, as leituras também estiveram presentes. Consegui ler quatro livros, quase todos clássicos da literatura. Um bom mês para as leituras.

Como faço em todo início de mês, apresento aqui o ranking das leituras. E aí, curioso para saber quem foi o campeão do mês? Continuar lendo “O AGOSTO QUE PASSOU DEPRESSA”

Anúncios
O AGOSTO QUE PASSOU DEPRESSA

MINHAS LEITURAS #30: MANIFESTO DO PARTIDO COMUNISTA – MARX E ENGELS

Título: Manifesto do Partido Comunista
Autor: Karl Marx e Friedrich Engels
Editora: Penguin-Companhia das Letras
Ano: 2012
Páginas: 112
Tradução: Sergio Tellaroli
Veja o livro no site da editora: https://www.companhiadasletras.com.br/detalhe.php?codigo=85058

“Que as classes dominantes tremam ante a revolução comunista. Os proletários nada mais têm perder com ela do que seus grilhões. Têm, sim, um mundo a ganhar. Proletários de todos os países, unam-se!” (MARX, Karl; ENGELS, Friedrich. Manifesto do Partido Comunista. Penguin-Companhia das Letras, 2012, p. 83)

O século XIX foi um período de grande importância para o mundo. A partir desse período muita coisa mudou e as bases de nossa sociedade atual foram criadas. Houve muitos movimentos políticos, onde trabalhadores buscavam ter voz perante as decisões de seus países e por reformas nas condições de trabalho e salário. Uma das obras literárias de maior impacto nessa época foi o ‘Manifesto do Partido Comunista’. As ideias contidas nesse pequeno livro mudaram o rumo da história e a forma de se enxergar o mundo e as relações humanas. Amados por muitos, odiado por outros, possui conceitos que ainda são atuais, porém outros nem tanto. Continuar lendo “MINHAS LEITURAS #30: MANIFESTO DO PARTIDO COMUNISTA – MARX E ENGELS”

MINHAS LEITURAS #30: MANIFESTO DO PARTIDO COMUNISTA – MARX E ENGELS