Últimos minutos de 2017

O último mês do ano de 2017 foi de descanso, mas também de muito trabalho. Mês de férias da faculdade, porém esse é o período mais puxado para quem trabalha no comércio, como eu, com esses horários especiais de final de ano.

Apesar disso, foi possível descansar, tanto o corpo, quanto a mente. Uma época cheia de festas. Nasci quase no dia de Natal, então os últimos dias de dezembro são cheios de comemorações.

Foram ótimos dias com a família, realmente “boas festas”. Por vários motivos, eu não poderia desejar um final de ano melhor. Acredito que entro em 2018 com energias renovadas e muito feliz, pronto para encarar mais um longo ano, que será o meu último na faculdade, então haverá muito trabalho nesse sentido.

Consegui completar algumas leituras e bater minha meta. O blog manteve uma boa audiência, mas é comum que ela caia um pouco nesse período no qual as pessoas estão de férias. Espero continuar com muitas postagens em 2018, trazendo um bom conteúdo. Mas, agora, o que trago é o ranking de leituras do mês de dezembro. Quem será o campeão? Continuar lendo “Últimos minutos de 2017”

Anúncios
Últimos minutos de 2017

Minhas Leituras #49: O Senhor dos anéis: as duas torres – J. R. R. Tolkien

Título: O Senhor dos anéis: as duas torres
Autor: J. R. R. Tolkien
Editora: Martins Fontes – selo Martins
Ano: 2000
Páginas: 380
Tradução: Lenita Maria Rimoli Esteves e Almiro Pisetta
Compre este livro na Amazon: https://amzn.to/2uyMzNH

“Os traiçoeiros estão sempre desconfiados” (TOLKIEN, J. R. R. O Senhor dos Anéis: as duas torres. Martins Fontes, 2000, p. 188)

Após a partida, passando por muitos lugares perigosos, e outros mágicos, a Comitiva do Anel teve que ser rompida e seus membros seguirem caminhos diferentes. Frodo e seu fiel companheiro Sam partiram em busca de seu objetivo final, os outros membros precisam auxiliar na eminente guerra contra o Senhor das Sombras. Continuar lendo “Minhas Leituras #49: O Senhor dos anéis: as duas torres – J. R. R. Tolkien”

Minhas Leituras #49: O Senhor dos anéis: as duas torres – J. R. R. Tolkien

Minhas Leituras #48: O Senhor dos anéis: a sociedade do anel – J. R. R. Tolkien

Título: O Senhor dos anéis: a sociedade do anel
Autor: J. R. R. Tolkien
Editora: Martins Fontes – selo Martins
Ano: 2000
Páginas: 450
Tradução: Lenita Maria Rimoli Esteves e Almiro Pisetta
Compre este livro na Amazon: https://amzn.to/2JAQyxI

“Realmente, o mundo está cheio de perigos, mas ainda há muita coisa bonita, e, embora atualmente o amor e a tristeza estejam misturados em todas as terras, talvez o primeiro ainda cresça com mais força” (TOLKIEN, J. R. R. O Senhor dos anéis: a sociedade do anel. Martins Fontes, 2000, p. 370)

A primeira parte da obra-prima de Tolkien, uma história riquíssima em detalhes, que inspira criatividade, talvez o maior marco da literatura de fantasia de todos os tempos. Eis onde Frodo inicia sua jornada através da Terra-média. Continuar lendo “Minhas Leituras #48: O Senhor dos anéis: a sociedade do anel – J. R. R. Tolkien”

Minhas Leituras #48: O Senhor dos anéis: a sociedade do anel – J. R. R. Tolkien

Minhas Leituras #47: O hobbit – J. R. R. Tolkien

Título: O hobbit
Autor: J. R. R. Tolkien
Editora: WMF Martins Fontes
Ano: 2012
Páginas: 328
Tradução: Lenita Maria Rimoli Esteves e Almiro Pisetta
Compre este livro na Amazon: https://amzn.to/2NZJRcc

“Se mais de nós dessem mais valor a comida, bebida e música do que a tesouros, o mundo seria mais alegre”. (TOLKIEN, J. R. R. O hobbit. WMF Martins Fontes, 2012, p. 281)

Um dos primeiros grandes sucessos literários do gênero fantasia, livro que deu início à saga do anel — que continua em ‘O Senhor dos anéis’ — além de marcar o começo de uma mitologia completa criada pelo grande mestre da fantasia. Continuar lendo “Minhas Leituras #47: O hobbit – J. R. R. Tolkien”

Minhas Leituras #47: O hobbit – J. R. R. Tolkien

Citações #2

Há um tempo atrás, fiz um post com diversas imagens que continham citações de livros que li, e foi muito bem recebido por quem acompanha o blog. Resolvi escrever sua continuação, afinal as leituras cresceram desde então, como consequência disso, anotei muitas outras citações.

Foi um hábito que iniciei nesse ano, que, além de proporcionar relembrar momentos marcantes de algum livro, também rende algumas frases para a vida, para algum momento, seja por sua mensagem, ou por sua beleza e significado. Continuar lendo “Citações #2”

Citações #2

Minhas Leituras #46: Edda em prosa – Snorri Sturluson

Título: Edda em prosa: Gylfaginning e Skáldskaparmál
Autor: Snorri Sturluson
Editora: Ed. Barbudânia
Ano: 2014
Páginas: 344
Tradução: Artur Avelar
Encontre este livro na Amazon: https://amzn.to/2s2Nm8o

Eles não sabiam onde era o seu reino, mas eles acreditavam que ele governava tudo na terra e nas nuvens, o céu e as estrelas, o mar e o clima. A fim de que isso pudesse estar relacionado e ser relembrado, eles deram seus próprios nomes a tudo, mas com as migrações de povos e multiplicação de línguas, essa crença mudou de muitas maneiras. (STURLUSON, Snorri. Edda em prosa: Gylfaginning e Skáldskaparmál. Ed. Barbudânia, 2014, p. 14)

Nunca a mitologia nórdica esteve tão em alta na cultura pop. Há diversas séries e filmes inspirados nesse tema. Uma das fontes mais preciosas sobre essa mitologia é o ‘Edda em prosa’, escrito no século XIII, livro sobre o qual falarei neste post, atualmente a edição mais completa disponível no Brasil. Continuar lendo “Minhas Leituras #46: Edda em prosa – Snorri Sturluson”

Minhas Leituras #46: Edda em prosa – Snorri Sturluson

Minhas Leituras #45: Primeiro amor – Ivan Turguêniev

Título: Primeiro amor
Autor: Ivan Turguêniev
Editora: Penguin-Companhia das Letras
Ano: 2015
Páginas: 112
Tradução: Rubens Figueiredo
Veja o livro no site da editora: https://www.companhiadasletras.com.br/detalhe.php?codigo=85121

“Isso é a paixão!… Como não se rebelar, como suportar um golpe de qualquer mão que seja!… Mesmo da mão mais querida! Mas parece que é possível, quando se ama…” (TURGUÊNIEV, Ivan. Primeiro amor. Penguin-Companhia das Letras, 2015, p. 103-104)

Quem nunca se apaixonou pela primeira vez? Você se lembra de como se sentiu, as novas sensações que experimentou? É sobre isso que Ivan Turguêniev escreve nessa novela, dentre toda sua obra, uma das mais cultuadas. Continuar lendo “Minhas Leituras #45: Primeiro amor – Ivan Turguêniev”

Minhas Leituras #45: Primeiro amor – Ivan Turguêniev

Novembro e a luz no fim do túnel

Foi mais ou menos dessa forma que vi o mês de novembro. Muita coisa iria melhorar quando esse mês terminasse, e isso estava claro logo em seu início: os trinta dias que estavam por vir seriam duros, porém, ao final, haveria alívio. Último bimestre, últimas provas, trabalhos para serem entregues, estágio se encerrando, prazos apertados.

Dezembro iniciou-se sexta-feira, hoje é domingo, o terceiro dia do mês que encerra o ano. Consigo respirar com mais tranquilidade, afinal estou de férias, ao menos da faculdade, o que já significa uma preocupação a menos. Novembro foi puxado nos estudos, entretanto muito recompensador. O estágio prático, que ocorreu ao longo do ano e encerrou-se em novembro, parte da formação de um psicólogo, foi uma grande experiência. Tive uma ótima supervisora, grande conhecedora das técnicas da Análise do Comportamento. Aprendi muito com ela e com os atendimentos práticos. Passei a conversar com pessoas da minha sala com as quais eu não possuía um grande contanto, pois tornaram-se meus colegas de supervisão.

Apesar da correria, não deixei o blog de lado e mantive as postagens constantes, algo que gosto muito. Espero, nesses dois meses de férias, criar posts mais interessantes. Sem outras preocupações e com mais tempo livre para escrever e pensar, acho que isso será possível. Ademais, espero ler ainda mais nessas férias, hábito que mantive em novembro. Em geral, foram livros mais curtos, por conta da escassez de tempo, porém tamanho não quer dizer qualidade. Uma obra pode dizer muito em poucas páginas, isso depende da habilidade do escritor.

Seguindo um outro hábito, vamos ao ranking do mês de novembro! Continuar lendo “Novembro e a luz no fim do túnel”

Novembro e a luz no fim do túnel

Minhas Leituras #44: O estrangeiro – Albert Camus

Título: O estrangeiro
Autor: Albert Camus
Editora: Record/Altaya
Ano: 1995
Páginas: 122
Tradução: Valerie Rumjanek
Encontre este livro na Amazon: https://amzn.to/2s3iogm

“Perguntou-me, depois, se eu não estava interessado em uma mudança de vida. Respondi que nunca se muda de vida; que, em todo caso, todas se equivaliam, e que a minha, aqui, não me desagradava em absoluto”. (CAMUS, Albert. O estrangeiro. Record-Altaya, 1995, p. 46)

Um livro curto, mas que diz muito, pois nos faz pensar. Esse é ‘O estrangeiro’, um romance filosófico, a obra mais conhecida de Albert Camus, que também falou muito, apesar de uma vida consideravelmente curta aqui neste mundo. Continuar lendo “Minhas Leituras #44: O estrangeiro – Albert Camus”

Minhas Leituras #44: O estrangeiro – Albert Camus

Minhas Leituras #43: A senhora do lago – Andrzej Sapkowski

Título: A senhora do lago, v. 1 e 2
Autor: Andrzej Sapkowski
Editora: WMF Martins Fontes
Ano: 2017
Páginas: 304 e 266
Tradução: Olga Bagińska-Shinzato
Encontre este livro (com desconto) na Amazon: https://amzn.to/2GsWo2E

“Até um homem simples, inclusive cheio de alegria, até eufórico, deveria entender que a política também é uma espécie de guerra, embora travada de uma maneira um pouco diferente” (SAPKOWSKI, Andrzej. A senhora do lago, v.2. WMF Martins Fontes, 2017, p. 139)

Em 2011, chegava às livrarias brasileiras ‘O último desejo’, uma coletânea de contos de um tal bruxo Geralt de Rívia, o primeiro livro de uma série composta por sete (oito, se contarmos um prelúdio, lançado recentemente). Agora, em 2017, a saga chega ao fim, fechando o arco dessa incrível história de fantasia em grande estilo. Continuar lendo “Minhas Leituras #43: A senhora do lago – Andrzej Sapkowski”

Minhas Leituras #43: A senhora do lago – Andrzej Sapkowski