RANKING DE JULHO

Pelo post estar um pouco atrasado, acho que já se pode imaginar certas coisas. O mês de julho terminou muito corrido e agosto começou mais corrido ainda! Isso se deve ao fato de minhas aulas terem reiniciado; adeus férias . 😭

Não consegui escrever este post para o primeiro dia desse longo mês de agosto. Bem, antes tarde do que nunca. Cá estou tentando resumir como foram os últimos 31 dias.

Foi possível descansar bastante. Apesar de eu ter um emprego e não estar de férias do mesmo, as férias da faculdade já ajudaram. Estudar cansa mais a mente do que o corpo, tanto pelo conteúdo a ser lido, quanto pela preocupação com prazos e desempenho. O desgaste mental é pior do que o físico, porque uma mente cansada significa um corpo cansado, por consequência. Acredito estar voltando renovado às aulas (é o que veremos). Preparei meu psicológico para aguentar mais dois bimestres de muito trabalho.

Mesmo descansando, não me desprendi do blog, pois é algo pelo qual peguei gosto. Gosto de fazer minhas postagens e ver o desempenho, que se manteve bom. Espero sempre estar melhorando a qualidade dos meus textos, sempre procurando evoluir. As leituras também continuaram no mesmo ritmo, e como está se tornando um costume, trago o ranking dos livros que li. É uma boa hora para obter algumas dicas de leitura. Quem sabe os títulos apresentados aqui não despertam em você uma curiosidade, daquelas que chegam a coçar. Continuar lendo “RANKING DE JULHO”

Anúncios
RANKING DE JULHO

MINHAS LEITURAS #28: MERIDIANO DE SANGUE – CORMAC MCCARTHY

Título: Meridiano de sangue
Autor: Cormac McCarthy
Editora: Alfaguara
Ano: 2009
Páginas: 352
Tradução: Cássio de Arantes Leite
Veja o livro no site da editora: Atualmente esgotado

“O homem que acredita que os segredos do mundo estão escondidos para sempre vive em mistério e medo. A superstição o arrasta para o fundo”. (MCCARTHY, Cormac. Meridiano de sangue. Alfaguara, 2009,  p. 210)

Assim como boa parte da história do mundo, a história da expansão territorial dos Estados Unidos foi marcada por episódios sangrentos e horríveis. Esse livro fala sobre a violência do Oeste no século XIX. É uma narrativa de estilo Western, misturando fatos históricos e ficção, com o estilo do autor. Um livro violento, de leitura pesada, porém que revela como a violência moldou o mundo. Afinal, conquistas territoriais nunca foram pacíficas. Continuar lendo “MINHAS LEITURAS #28: MERIDIANO DE SANGUE – CORMAC MCCARTHY”

MINHAS LEITURAS #28: MERIDIANO DE SANGUE – CORMAC MCCARTHY

OS MELHORES DE MAIO

Mais um mês se iniciou para nós, seres cronológicos, termos mais alguns dias para contabilizar semanas, meses e anos; uma rotina que nos move, querendo ou não. Junho começou bem por aqui, fazendo um pouquinho de frio, um clima muito gostoso, ainda mais com as festas juninas se aproximando, não se poderia querer nada melhor. Porém, o assunto do post é outro: é o mês de maio!

Como maio foi, na sua opinião, caro leitor? Espero que tenha sido excelente, porque assim o foi para mim. Apesar da correria com meu trabalho e com a faculdade, que está me levando ao limite da pontualidade, considero que foram ótimos trinta e um dias. Posso levantar vários pontos para sustentar minha afirmação: consegui ser pontual com os trabalhos da faculdade e com o estágio, tudo vai bem em meu emprego, o blog nunca teve tantos visitantes quanto agora, nada de ruim me aconteceu. Uma eventualidade ou outra sempre aparece, mas temos que focar nas coisas boas, as ruins estão aí para serem superadas, são partes intrínsecas da vida, afinal.

Um outro ponto positivo do mês do trabalhador foi o de que fora produtivo para a leitura e para a produção aqui do blog. Consegui fazer três posts semanais, o que foi muito desafiador e gratificante. E como falo muito de literatura por aqui, dou início à uma nova sessão de posts: todo começo de mês irei fazer um ranking das melhores leituras do mês anterior! Temos quatro concorrentes esse mês: ‘As aventuras de Huckleberry Finn’, de Mark Twain; ‘As travessuras da menina má’, de Mário Vargas Llosa; ‘Caixa de pássaros’, de Josh Malerman; e ‘Nós’, de Ievguêni Zamiátin. Dessa forma, lhe apresento as melhores leituras de maio! Continuar lendo “OS MELHORES DE MAIO”

OS MELHORES DE MAIO

MINHAS LEITURAS #18: TRAVESSURAS DA MENINA MÁ – MARIO VARGAS LLOSA

Título: Travessuras da menina má
Autor: Mario Vargas Llosa
Editora: Alfaguara
Ano: 2006
Páginas: 304
Tradução: Ari Roitman e Paulina Wacht
Veja o livro no site da editora: http://www.companhiadasletras.com.br/detalhe.php?codigo=27028089

Bem, no fundo eu sabia que [ela] nunca seria uma mulher normal. Nem queria que fosse, porque o que amava nela era também o indômito e imprevisível da sua personalidade. (LLOSA, Mario Vargas. Travessuras da menina má. Alfaguara, 2006, p. 240)

Ao ler a citação acima, já é possível obter uma ideia sobre a personalidade da menina má e do amor que o protagonista sente por ela. Sim, esse é um romance sobre uma história de amor, entretanto não se trata de um livro que fica preso a isso. Vargas Llosa consegue proporcionar ao leitor tanto uma história sobre um amor que perdura anos, recheada de momentos bem quentes, como também uma breve história da América Latina e sua situação política nas décadas de 60, 70 e 80. Continuar lendo “MINHAS LEITURAS #18: TRAVESSURAS DA MENINA MÁ – MARIO VARGAS LLOSA”

MINHAS LEITURAS #18: TRAVESSURAS DA MENINA MÁ – MARIO VARGAS LLOSA

MINHAS LEITURAS #15: CAÇANDO CARNEIROS – HARUKI MURAKAMI

Título: Caçando carneiros
Autor: Haruki Murakami
Editora: Alfaguara
Ano: 2014
Páginas: 336
Tradutora: Leiko Gotoda
Veja o livro no site da editora: http://www.companhiadasletras.com.br/detalhe.php?codigo=27623080

— As células se renovam a cada mês, até mesmo neste exato momento em que conversamos — disse ela estendendo a mão delicada diante dos meus olhos. — Quase tudo o que você pensa saber a meu respeito são apenas lembranças. (MURAKAMI, H. 2014, p. 183-184)

Esta obra, que é uma mistura de muitos gêneros, é o último livro da chamada “Trilogia do Rato”, além de ser o primeiro romance publicado do grande nome da literatura japonesa contemporânea, Haruki Murakami. Bem, essa é a parte final da trilogia, porém o livro “Dance dance dance” (Alfaguara, 2015), funciona como um quarto episódio, talvez como um epílogo; porém não é tão parte da trilogia por trazer apenas alguns personagens dos livros anteriores. Enfim, aparentemente é uma trilogia, que possui um quarto livro com uma certa conexão. “Caçando carneiros” segue a história do protagonista sem nome e de seu amigo, o Rato, apresentados nas histórias anteriores “Ouça a canção do vento & Pinball 1973” (Alfaguara, 2016). VEJA a resenha que fiz sobre essas duas novelas que foram publicadas em volume único aqui no Brasil. Continuar lendo “MINHAS LEITURAS #15: CAÇANDO CARNEIROS – HARUKI MURAKAMI”

MINHAS LEITURAS #15: CAÇANDO CARNEIROS – HARUKI MURAKAMI

MINHAS LEITURAS #14: OUÇA A CANÇÃO DO VENTO & PINBALL 1973 – HARUKI MURAKAMI

Título: Ouça a canção do vento & Pinball 1973
Autor: Haruki Murakami
Editora: Alfaguara
Ano: 2016
Páginas: 264
Veja o livro no site da editora: http://www.companhiadasletras.com.br/detalhe.php?codigo=28000277
Tradutora: Rita Kohl

Onde há uma entrada, há sempre uma saída. A maioria das coisas é assim. Caixas de correio, aspiradores de pó, zoológicos, garrafas de shoyu. Também tem coisas que não são assim, claro. Ratoeiras, por exemplo (Murakami, 2016, p. 139).

Um ícone da literatura japonesa

Talvez a literatura japonesa não seja a literatura estrangeira mais difundida no Brasil, a influência dos animes e dos videogames japoneses parece ser muito maior do que a da literatura por aqui. Entretanto, Haruki Murakami, um dos maiores nomes da escrita japonesa da atualidade, é muito apreciado pelos brasileiros. Murakami é um autor aclamado mundialmente, vencedor de diversos prêmios, com toda certeza seu nome será lembrado por muitos anos. Ouça a canção do vento & Pinball 1973 são suas primeiras publicações. Trata-se de duas novelas que, junto do romance Caçando carneiros (Alfaguara, 2014), fazem parte de uma trilogia, a trilogia do Rato. As duas novelas foram publicadas separadamente, em 1979 e 1980 respectivamente, porém a editora Alfaguara publicou-as juntas em um único livro, pela primeira vez no Brasil. Continuar lendo “MINHAS LEITURAS #14: OUÇA A CANÇÃO DO VENTO & PINBALL 1973 – HARUKI MURAKAMI”

MINHAS LEITURAS #14: OUÇA A CANÇÃO DO VENTO & PINBALL 1973 – HARUKI MURAKAMI

MINHAS LEITURAS #2: ONDE OS VELHOS NÃO TÊM VEZ – CORMAC MCCARTHY

Título: Onde os Velhos Não Têm Vez
Autor: Cormac McCarthy
Editora: Alfaguara
Ano: 2006
Páginas: 256
Veja o livro no site da editora: http://www.objetiva.com.br/livro_ficha.php?id=491

Neste post tenho a enorme responsabilidade de falar sobre um dos maiores escritores do último século e da atualidade. Não é à toa que Cormac McCarthy já recebeu um prêmio Pulitzer, em 2007, com seu romance “The Road” (A Estrada, no Brasil). Só por ter ganho esse prêmio, fica claro que não se trata de qualquer um. E não digo que ele é bom apenas por possuir um prêmio de grande expressão. Não, o cara realmente escreve de uma maneira ágil, que prende a atenção do leitor; tornando a leitura gostosa. Continuar lendo “MINHAS LEITURAS #2: ONDE OS VELHOS NÃO TÊM VEZ – CORMAC MCCARTHY”

MINHAS LEITURAS #2: ONDE OS VELHOS NÃO TÊM VEZ – CORMAC MCCARTHY